Tags

Conforme minhas pesquisas na internet, descobri que essa receita é um clássico da carne de cordeiro. “Cordeiro ao Molho de Vinho é uma iguaria da cozinha paranaense e prato típico de Peabiru – PR”, segundo o Wikipédia. Bora lá tentar fazer essa iguaria paranaense? Ó, eu sei que às vezes a gente pode se assustar quando lê alguma receita de carne de cordeiro achando que é difícil. Mas essa é muito, muito fácil. É mais fácil do que fazer carne de panela, que tem que ficar pingando água o tempo todo. Pensa aí em um ensopado. Pensou? Pois é mais ou menos a mesma coisa, até mais fácil eu diria. E o resultado, ahhh, o resultado … é de ficar na memória por muito tempo. Tirei fotos das 2 únicas etapas para mostrar como é fácil MESMO.

Preparei esse almoço para a minha amiga Carol Marques, eu estava em dívida com ela, já que da última vez que a convidei para jantar fui um fiasco na cozinha que só vendo … mas, faz parte hehehe. Espero que tenha me redimido🙂

  • 2 kg de pernil de cordeiro
  • pimenta do reino moída na hora
  • sal a gosto
  • 1 pacote de sopa de cebola
  • 2 taças cheias de vinho tinto
  • 4 dentes de alho laminados finamente
  • 4 folhas de louro
  • azeite de oliva
  • 1/2 xícara de açúcar

Agora faz assim: Tempere a carne com sal,  pimenta do reino e um fio de azeite.

Em uma panela grande de ferro, queime o açúcar enquanto doura o alho. Em seguida coloque o cordeiro e sele dos dois lados (ou quatro, caso ele for muito grosso). Acrescente o vinho, a sopa de cebola e as folhas de louro.

Espere o álcool evaporar e coloque água já quente até que cubra toda a carne. O tempo de cozimento é longo, em torno de  2h e 1/2, 3h. Vá acompanhando o cozimento de vez em quando e acrescente um pouco de água já quente se o caldo reduzir muito. Passado esse tempo, transfira o cordeiro para uma travessa juntamente com o molho, raspando bem o fundo da panela para incrementar o sabor. Acompanhe com um arroz branco ou purê de batatas, que foi o meu caso. Olha eu e a Carol aí e, claro, o Fritz de butuca como sempre.

Dica: Essa receita pode ter várias versões, a minha preferida é trocar o vinho por cerveja Malzbier, fica estupenda!